José Dougokenski

Varal, nó e horário: os indícios que levaram polícia a concluir que mulher presa por morte do filho também matou ex-marido

Varal, nó e horário: os indícios que levaram polícia a concluir que mulher presa por morte do filho também matou ex-marido

Alexandra Dougokenski foi condenada a 30 anos e dois meses de prisão pela morte do próprio filho, em maio de 2020. Polícia concluiu, esta semana, que mulher foi responsável também pela morte de José Dougokenski, em 2007.Uma nova investigação conduzida pela Polícia Civil concluiu que Alexandra Dougokenski matou o ex-marido, José Dougokenski, em 2007, em Farroupilha, na Serra do RS. O caso havia sido tratado inicialmente como suicídio, versão que não era aceita pela família da vítima. Apesar da conclusão da polícia, Alexandra não será responsabilizada legalmente, porque o crime prescreveu.A defesa de Alexandra afirma que ela não matou José.…
Ver Mais