Policiais apreenderam computadores e celulares dos homens. Mais de 2 mil arquivos com imagens de exploração sexual foram encontrados.

Policiais encontraram mais de 2 mil arquivos com abuso sexual infantil nos computadores dos homens presos — Foto: Divulgação/PCPR
Policiais encontraram mais de 2 mil arquivos com abuso sexual infantil nos computadores dos homens presos — Foto: Divulgação/PCPR

Um professor e um técnico em eletrônica foram presos na manhã desta quarta-feira (5), em Curitiba, em uma operação para combater pedofilia na internet.

Os homens foram presos com mais de dois mil arquivos com imagens de exploração sexual infantil em computadores.

Nos locais, foram apreendidos computadores, HDs e celulares para apurar a existência de materiais ilegais, como fotos e vídeos de crianças e adolescentes em situação de exploração sexual.

Na casa do professor também foi encontrada um revólver. Os homens foram presos em flagrante.

De acordo com a Polícia Civil, a investigação, conduzida pelo Núcleo de Combate aos Cibercrimes (Nuciber), começou há cerca de dois meses.

“Verificamos que estes dois homens cometiam estes crimes de manter arquivos com estes conteúdos há cerca de cinco anos”, afirmou o delegado Demetrius Gonzaga.

A polícia vai investigar se os homens participavam da produção ou distribuição dos materiais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here