De acordo com a PRF, a carga saiu de Ampére, no sudoeste do Paraná, e iria para Pinhais. Valor da carga é de mais de R$ 350 mil. Apreensão de vinho foi realizada nesta quarta-feira (21) na Região de Curitiba
PRF/Divulgação
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, nesta quarta-feira (21), quase 1,5 mil garrafas de vinhos importados da Argentina em um caminhão em Contenda, na Região Metropolitana de Curitiba.
De acordo com a PRF, o valor da carga é de mais de R$ 350 mil. As garrafas saíram de Ampére, no sudoeste do Paraná, e iriam para Pinhais – que também fica na Região Metropolitana da capital.
Policiais rodoviários pararam o veículo durante um patrulhamento na BR-476. Na vistoria, encontraram as garrafas embaladas sem identificação e sem a liberação da alfândega.
Importação clandestina
Além disso, segundo a PRF, embalagens originais do vinho estavam sujas de barro, enquanto outras estavam incompletas. Para a PRF, trata-se de um caso de mercadorias importadas clandestinamente.
O motorista do caminhão e a passageira disseram aos policiais, conforme a PRF, que encontraram o frete em um aplicativo. Eles ainda contaram que pegaram o caminhão já carregado, em Ampére.
O caminhão e as mercadorias foram levados à Receita Federal, em Curitiba. O caminhoneiro e a passageira também foram encaminhados ao mesmo local, para prestar esclarecimentos.
De acordo com a PRF, eles não foram presos.
Descaminho
A PRF ressaltou que o crime de descaminho representa uma concorrência desleal ao comércio local.
A pena prevista para descaminho – importação de produtos sem o pagamento dos respectivos impostos – é de um a quatro anos de prisão.
Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.