O clube que vai para a sua segunda temporada na Superliga A, busca apoio financeiro para conseguir contar com as duas campeãs olímpicas no seu elenco. Atletas teriam sido oferecidas ao time.

Sem atuar desde a olímpiada Rio 2016, a oposta bicampeã olímpica Sheilla segue sem definição do seu futuro. E um dos destinos da atleta pode ser o Curitiba Vôlei. O clube também poderá contar com outra bicampeã olímpica, Paula Pequeno. Ambas jogadoras teriam sido oferecidas ao clube do Paraná, segundo a diretora do projeto, Gisele Miró.

Mas, para conseguir contar com essas jogadoras, o time terá de conseguir novos patrocinadores. O time em sua primeira temporada chegou aos playoffs da Superliga, o que fez o clube perder atletas importantes. A intenção do time já era se reforçar.

Hoje, segundo o site Web Vôlei, o time conta com a levantadora Mariana Galon, as centrais Valeskinhae Mari Aquino, e as opostas Sabrina Machado e Talia, além da líbero Aninha.

Ao contrário de Sheilla, Paula Pequeno atuou na temporada passada pela equipe do Osasco/Audax. A jogadora que foi eleita a MVP da olímpiada de Pequim 2008, chegou na equipe osasquense para ser reserva e terminou a temporada entre as titulares, sendo uma das responsáveis pela melhora da equipe de Luizomar de Moura nos playoffs.

Ambas chegariam ao time de Curitiba para o time titular. Gisele Moró deu uma declaração ao site Bandab.com e reproduzida pelo Web Vôlei sobre a possibilidade:

“A nossa ideia era conseguir a base do time, claro que alguns reforços. Estamos recebendo várias ofertas de atletas querendo vir para Curitiba, mas dependemos dos patrocinadores nos ajudarem. Fico feliz que atletas bicampeãs olímpicas gostaram do nosso projeto e querem vir para cá, como a Sheilla e a Paula Pequeno, que são atletas que estão nos procurando”

Curitiba também trocou seu técnico. Durval Nunes, o Duda, chega do Minas onde era assistente do italiano Stefano Lavarini para assumir o time.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here