Confrontos aconteceram entre a meia-noite de sábado (14) e a meia-noite de domingo (15).

Nove pessoas morreram em quatro supostos confrontos com a Polícia Militar (PM) no fim de semana em Curitiba e Região Metropolitana.

Esses confrontos aconteceram entre a meia-noite de sábado (14) e a meia-noite de domingo (15).

Na noite de domingo, dois homens morreram em um confronto em Colombo.

2 pessoas morreram em confronto com a PM, em Colombo — Foto: Tony Mattoso/RPC
2 pessoas morreram em confronto com a PM, em Colombo — Foto: Tony Mattoso/RPC

De acordo com o capitão do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) Paulo Alexandre, a PM já tinha recebido informações de que a casa, onde esses dois homens foram mortos em Colombo, era um ponto de tráfico de drogas.

O capitão disse que o serviço reservado da PM ficou nos arredores da casa acompanhando a movimentação no local.

“Com a saída de um indivíduo da casa, a gente conseguiu abordá-lo e com ele foi encontrada certa quantia de droga. A gente entrou na residência para fazer novas buscas, e a viatura saiu em novas diligências. Enquanto a equipe estava fazendo as buscas na residência, chegou um carro com mais dois indivíduos. Esses indivíduos entraram dentro da residência e, na tentativa de abordagem da equipe, investiram contra a equipe. No nosso revide, infelizmente, vieram a ser atingidos”, afirmou o capitão.

Também foram registradas duas mortes em São José dos Pinhais. Em Curitiba, houve um confronto com quatro mortes no Caximba e com uma morte no Pilarzinho.

Homens foram mortos na entrada do antigo Aterro do Caximba — Foto: Tony Mattoso/RPC Curitiba
Homens foram mortos na entrada do antigo Aterro do Caximba — Foto: Tony Mattoso/RPC Curitiba

O que diz a PM

Por meio de nota, a PM informou que todas as mortes vão ser investigadas por Inquérito Policial Militar (IPM), que será acompanhado pela Corregedoria da instituição.

Depois, segundo a PM, os documentos vão ser encaminhados ao Ministério Público do Paraná (MP-PR) e à Justiça.

A PM ainda disse que não cabe ao comando da corporação, neste momento, estabelecer juízo de valor, pois as situações precisam ser investigadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here