O governador Carlos Massa Ratinho Junior realizou reuniões por videoconferência neste sábado (28) e domingo (29) com 20 prefeitos das maiores cidades paranaenses. O objetivo foi reforçar a necessidade de aplicação das medidas que foram adotadas no Estado para a prevenção ao novo coronavírus, além de trocar experiências e alinhar as ações conjuntas de enfrentamento à Covid-19 no Paraná.
Foto: Geraldo Bubniak/AEN

Ratinho Junior detalhou as iniciativas já tomadas pelo governo estadual, em especial nas áreas da saúde, ação social e economia, para preservar vidas e empregos. São R$ 300 milhões para atender a população mais necessitada e R$ 1 bilhão para apoiar empreendedores e empresas de todos os portes.

“É preciso haver uma sincronia e troca de experiências neste momento em que enfrentamos um vírus perigoso, que implica na saúde das pessoas e na economia do Estado e do país. A orientação harmonizada previne erros e ajuda a realizar a nossa principal missão, que é salvar vidas neste momento”, disse Ratinho Junior.

Outro tema debatido foi a questão do abastecimento e distribuição de alimentos para famílias em situação de vulnerabilidade, que devem ser atendidas em conjunto pelo Estado e município. Ratinho Junior solicitou aos prefeitos que mantenham o transporte público, que é fundamental para que setores econômicos autorizados sigam o ritmo de trabalho.

O governador reafirmou que é preciso respeitar a recomendação de funcionamento apenas de atividades essenciais e seguir a orientação das autoridades brasileiras e internacionais de saúde, que indicam a necessidade de isolamento social para conter a proliferação do vírus. “São medidas para evitar uma ação mais aguda, que é a quarentena”, afirmou Ratinho Junior.

SAÚDE – O secretário estadual da Saúde, Beto Preto, participou das videoconferências e mostrou como está a estrutura de atendimento médico-hospitalar no Paraná. Ele fez um balanço do número de leitos disponíveis para serem usados em caso de necessidade e também falou sobre a distribuição de materiais para as equipes médicas.

“Imediatamente, está sendo ampliado em 25% a capacidade de leitos de UTI para adultos”, pontuou o secretário. Ele  destacou ainda aos prefeitos que leitos novos estão sendo distribuídos para as macrorregiões e o governo estadual está firmando parcerias com hospitais filantrópicos e particulares para o aumentar a oferta, se houver necessidade de ampliar o atendimento de pacientes com a Covid-19

ALINHAMENTO – O chefe da Casa Civil do Governo do Estado, Guto Silva, pediu a todos os prefeitos que mantenham atualizados os Planos de Contingência municipais. “Isso vai facilitar a atuação dos órgãos estaduais, em especial a Defesa Civil, no enfrentamento de uma crise”, disse.

O secretário de Segurança Pública, Rômulo Marinho Soares, detalhou a operação policial e as medidas adotadas pela área dentro de cadeias e presídios, enquanto o secretário da Agricultura de Abastecimento, Norberto Ortigara, detalhou o planejamento para que nenhuma pessoa sofra com falta de alimentos no Estado.

Além da retaguarda de saúde e manutenção da atividade econômica, as principais demandas dos prefeitos foram com relação à manutenção das receitas municipais, para fazer frente ao enfrentamento do novo coronavírus. Foram encaminhadas solicitações como a antecipação de receitas do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e prorrogação do pagamento de precatórios.

O secretário do Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, João Carlos Ortega, pediu a manutenção dos projetos realizados pelas prefeituras com recursos do Estado, ressaltando que haverá a postergação por seis meses de parcelas de financiamentos tomados junto ao governo.

PARTICIPAÇÃO – As videoconferências tiveram as presenças dos prefeitos os prefeitos Rafael Greca (Curitiba); Ulisses Maia(Maringá); Marcelo Rangel (Ponta Grossa); Leonaldo Paranhos (Cascavel); Marcelo Belinati (Londrina); Cesar Silvestri Filho (Guarapuava); Chico Brasileiro (Foz do Iguaçu); Junior da Femac (Apucarana);  Antonio Fenelon (São José dos Pinhais);  Gerson Colodel (Almirante Tamandaré); Marcelo Roque (Paranaguá); Marli Paulino (Pinhais); Beti Pavin (Colombo); Lucio de Marchi (Toledo); Celso Pozzobom (Umuarama); Márcio Wosniack (Fazenda Rio Grande); Marcelo Puppi (Campo Largo); Marcus Tesserolli (Piraquara); do vice-prefeito de Cambé, Conrado Scheller.

Também participaram das reuniões os secretários da Comunicação Social e da Cultura, João Debiasi; do Desenvolvimento Sustentável e Obras Públicas, Márcio Nunes; do Planejamento e Projetos Estruturantes, Valdemar Bernardo Jorge; o diretor-geral da Secretaria da Saúde, Nestor Werner Junior; o diretor-presidente da Comec, Gilson Santos; o comandante da Defesa Civil do Paraná, coronel Fernando Schunig; e o diretor-presidente da APD, Eduardo Bekin.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here