Jovem foi denunciado à Polícia Federal por servidores que perceberam o sumiço de alguns notebooks usados na agência de Cascavel.

Durante as investigações, policiais se passaram por interessados no anúncio e enviaram propostas ao vendedor, o que os levou a identificar o suspeito e os equipamentos supostamente furtados — Foto: Reprodução/PF
Durante as investigações, policiais se passaram por interessados no anúncio e enviaram propostas ao vendedor, o que os levou a identificar o suspeito e os equipamentos supostamente furtados — Foto: Reprodução/PF

Um estagiário do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em Cascavel, no oeste do Paraná, foi preso em flagrante pela Polícia Federal na quarta-feira (14) suspeito de furtar equipamentos da agência onde trabalhava desde maio de 2018 e revendê-los pela internet.

Segundo o delegado Marcos Smith, o jovem, de 19 anos, era responsável pela manutenção dos computadores e foi denunciado por servidores que vinham percebendo o sumiço de alguns notebooks desde dezembro.

Durante as investigações, policiais se passaram por interessados em comprar os computadores e enviaram propostas ao vendedor, o que os levou a identificar o suspeito e os equipamentos supostamente furtados.

Na casa do estudante de informática em uma faculdade particular da cidade, foram encontrados três notebooks – um deles com placa de doação da Justiça Federal -, peças de computador e uma porção de maconha.

A polícia acredita que ele tenha furtado ao menos quatro computadores da agência. Um deles já havia sido trocado pelo estudante.

O jovem deve responder pelo crime peculato, cuja pena varia de dois a 12 anos de reclusão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here